Your Angel | 2° Temporada - Capítulo 1 - Generation Love

quarta-feira, janeiro 22, 2014 | | |


~Seunome Pov~


~Quatro meses depois~

 Há quatro dias não nos falamos. E vou dizer, para uma pessoa que convive com você há anos, e sempre esteve ao seu lado, pode ser agoniante. Ou não... A pessoa pode se sentir com mais liberdade. Mas este não era o meu caso. Eu amo ter o Zayn por perto, ele me traz segurança e é muito carinhoso.

 A razão da briga? Toda essa coisa dele me proteger e tals, eu gosto, mas na semana passada ele exagerou; e também o ciúmes. Ele não gostou e se fechou um pouco comigo por causa do Ygor. O primeiro "ataque" foi quando o mesmo foi embora, pois o intercâmbio havia acabado. Zayn diz que eu não desgrudava dele. E o 2° foi na semana passado quando o Ygor veio de visita e ficou dois dias na casa da Carol. E de novo a mesma resposta.

 Mas apesar que 4 dias não é muito, ou é? Estou naquela crise de "não quero falar mais com você". Zayn já me enviou várias mensagens, mas parou porque sabe que quando estou brava com alguém, não falo com ela até a minha "manha" passar. Isso é uma das vantagens de se namorar o seu melhor amigo: os dois se conhecem muito bem, e sabem o que é melhor para resolver uma crise.

 Pulei da árvore no jardim. Onde eu costumo pensar, e levei um susto.

Eu/Sam: AHHHHH!
Eu: Sam! Você me deu um susto!
Sam: Não, foi você quem me deu! Surgiu do nada.
Eu: Eu não sabia que você estava sentada ai.
Sam: Nem eu que você estava lá em cima.
Eu: Ok. Tudo bem, deixa pra lá. O que você está fazendo? - me sentei ao seu lado, na grama.
Sam: Fazendo um desenho para um trabalho de escola - me mostrou. Era uma paisagem na floresta, um lago e um casal. Ela desenhava muito bem.
Eu: Que lindo, o... Seu desenho - sorri de lábios fechados. Sabe qual é a pior coisa quando você está brigado com alguém que gosta? Qualquer coisinha te lembra ela. E todos sabem que Zayn adora papel e um lápis.
Sam: Não gostou?
Eu: Não, quero dizer. Sim, é muito bonito.
Sam: Te fez lembrar o Zayn? Ele me ensinou algumas técnicas para desenhar - disse retocando algumas linhas.
Eu: Me conhece bem, hein baixinha? - a abracei de lado.

 Olhei para o desenho. O lago e o casal me fizeram lembra do acampamento no começo das férias, que tivemos com escola.

~Flash Back On~

Fernanda: Olha, daqui a pouco vamos fazer uma trilha - se sentou ao meu lado, no tronco de uma árvore que estava no chão.
Eu: Deve ser legal. Tem medo de se perder e dos animeis da floresta? - ri.
Fernanda: Não. Eu tenho o meu príncipe.


 Bem, ela não está falando do Victor. Eles terminaram, Fernanda disse que não estava sendo a mesma coisa. E na semana passada, Caique, um menino de outra sala, a pediu em namoro.

Eu: Awn, que fofa - rimos. Ouvimos um apito, era o nosso monitor chamando. - Vamos? - ela assentiu, e nós nos aproximamos dos alunos que se juntavam. Avistei o Zayn, ele veio e abraçou por trás.
Monitor: Pessoal, iremos fazer uma trilha, e na metade dela, irei dar uma atividade em grupos. Cinco grupos de meninas e cinco de meninos - alguns fizeram "ahhhh". Me virei para Zayn.
Eu: Ah, não vamos ficar juntos - fiz biquinho.
Zayn: Não se preocupe, quando voltarmos, tiramos um tempo só nosso - piscou e sorriu. - Me dá aquele sorriso lindo.
Eu: Assim? (gif) - ele riu.


Zayn: É.
Monitor: Agora vamos. Temos que voltar a tempo para a fogueira.

 E todos seguimos a trilha marcada na terra.

[...]

 Depois de mais ou menos 30 minutos, nos separamos para a atividade. Os grupos foram divididos pelo monitor, o que a maioria não gostou. No que eu estava era eu, Carol, Isa, Sandy e Natasha. Na atividade, nós tínhamos que procurar por alguns "tesouros" e quem achar mais (meninos ou meninas) terão uma sobremesa dupla no jantar de hoje e não precisará fazer algumas tarefas de amanhã

 Eu e as meninas estávamos perto do riacho. É o mesmo que passa perto dos chalés do acampamento.

Isa: Será que eles colocaram algum dentro da água? - se esticou para ver a água que fluía.
Eu: Se tiver eu não pego.
Isa: Não sabe nadar?
Eu: Não. Se tiver uma casa pegando fogo e um dilúvio, pode ter certeza que não tem salvação para mim - ela riu e sai para procurar junto com as outras meninas. Vi uns peixes nadando e me inclinei para ver melhor.
xX: BOO! - alguém me empurrou pra frente, mas me puxou de volta.
Eu: Seu doido! - me afastei.
Harry: Eu não ia te jogar de verdade - riu.
Eu: É bom mesmo - disse autoritária. - O que está fazendo aqui sem o seu grupo?
Harry: Preciso que você me ajude com uma coisa. Aqui na floresta é o único lugar que posso ficar totalmente sozinho com a Isabela - cruzei os braços.
Eu: Pra que você quer ficar "totalmente" sozinho com ela? - perguntei desconfiada.
Harry: Vem cá - ele me puxou e falou no meu ouvido.
Eu: Ok. Vou ajudar! - disse animada. - Fica aqui - fui até a Carol e contei pra ela.
Carol: Já sei - sorriu.

~Isabela Pov~

Sandy: Isto está ficando meio chato, se eu ficar cheia de picadas, irei reclamar - bufou. Ela é uma daquelas patricinhas, mas tinha que concordar com ela.
Eu: Mas até que a recompensa é boa. Soube que a sobremesa vai ser bolo, salada de frutas e trufas.
Sandy: Fico feliz é de não fazer as tarefas.
Carol: Isa - se aproximou. - Você gosta de coelhos, não é? Por causa dos seus de estimação?
Isa: Sim, por quê?
Você: Vimos um bem ali - apontou.
Isa: Jura? Vou ir ver.
Sandy: Awn, também quero - veio atrás de mim, mas as meninas a seguraram.
Você: Deixa ela matar a saudade dos coelhos sozinha - disse a ela. Carol começou a rir.

 Balancei a cabeça. Vai entender essa meninas. Fui até o local e comecei a procurar, elas devem ter imaginado coisas, aqui não tem nada.

 Sou surpreendida com alguém me segurando por trás e tapando a minha boca, em seguida me levou para entre as árvores. Tentei me soltar.

xX: Quietinha, isto é um sequestro. Se não quiser coisa pior, é melhor obedecer - disse a pessoa fazendo uma voz grossa. Só que eu a reconheceria em qualquer lugar. Consegui me esquivar, saindo de seus braços, e parei em frente aquele ser de cachos.
Eu: Que amigas, me trouxeram para uma emboscada - coloquei as mãos na cintura e me referi à Carol e Seuapelido.
Harry: Ahhh, como descobriu que era eu?


Eu: Harry, eu reconheço a sua voz à quilômetros de distância, você a disfarçando ou não.
Harry: Ahhh, então você me conhece muito bem? - sorriu malicioso e segurou minha cintura, colando nossos corpos.
Eu: É-é claro. Dos tempos que a gente...
Harry: Fica? - interrompeu e eu assenti. - Pois é. É sobre isso que eu quero conversar. Não quero mais isso - se afastou e virou de costas.
Eu: Ok - baixei a cabeça. - Uma hora ai ter que parar, não é?
Harry: Mas eu não quero parar - se virou pra mim. O olhei confusa. Esse garoto é bipolar? Só pode.
Eu: Har... - ia falar mas ele me interrompeu.
Harry: Não quero mais só ficar com você. Quero sentir o seu cheiro, o aroma do seu cabelo e o gosto do seu beijo a todo instante. Ficar abraçado, andar de mãos dadas, sem ter que inventar alguma desculpa para fazer tudo isso. Quero algo mais sério, concreto. 

 Eu não acredito. Nunca pensei em estar em um relacionamento sério, sempre quis curtir minha vida primeiro. Mas pelos últimos acontecimentos, eu já podia imaginar, e mesmo assim, fui pega de surpresa. Harry, estava digamos... Muito mais próximo, dava aqueles sorrisinhos bobos quando o pegava me encarando.

 Como fiquei sem fala, ele olhou ao redor e se ajoelhou na minha frente. Não acredito que ele se ajoelhou mesmo, nunca pensei no Harry fazendo isso.


Harry: Aqui pode ser um lugar romântico, ou não... Mas não importa, o que eu realmente quero saber é... Quer namorar comigo? - eu só pude sorrir e dizer:
Eu: Sim! - ele sorriu e se levantou me pegando no colo, em segui me beijando.
Harry: Agora me diz o que eu sou, bem alto e claro.
Eu: O meu namorado.

Ok, não resisti kkkkkkkkk' Foi mal, vou parar com as piadinhas sem graças.
 Sorrimos e obviamente não ficamos parados 


~Seunome Pov~

 Voltamos para o acampamento, e adivinha quem venceu? Claro, as meninas, uhu!. Depois todos foram tomar um banho e aqui estamos, envolta da lareira. Bom, quero dizer, a arrumando, e ainda estamos esperando terminar de escurecer e também alguns alunos que ainda não saíram do banho.

 Os meninos estavam sentados em alguns banquinhos que já colocaram, e as meninas também. Eu e a Mellody estávamos em pé, próximas à eles, esperando Niall e Zayn, que ainda não vieram. Bateu um ventinho meio gelado, e eu abracei meus cotovelos.

Mel: Parece que a noite vai ser fria - esfregou os próprios braços.
Eu: Verdade. Vou ir pegar uma blusa, você quer? - perguntei antes de ir.
Mel: Não, eu pego a minha depois, obrigada.

 Sorri e caminhei em direção aos chalés, mas parei antes de entrar no meu. Vi a Amanda correndo na espreita, a observei e a segui para ver o que ela vai fazer. Chegamos no riacho, ela subiu as rochas para atravessar o mesmo. Também subi, mas me abaixei atrás de uma das rochas grandes. Quase escorreguei no limo e cai, mas me segurei. 

 Será que ela está planejando fugir? Aff, acho que não, isso seria uma ideia maluca. Levantei a cabeça para ver. Do outro lado, a vi beijando um menino, eu não o conheço, mas sei que ele é da escola porque o já vi antes. Eles pararam e entraram em um casebre que tem do outro lado do riacho.

 Subi na rocha grande e balancei a cabeça. Com certeza eu não quero saber o que esses dois irão fazer. E pelo modo quase "invisível" que a Amanda saiu, pensei que era alguma coisa mais interessante. Dei de ombros e me virei para sair. Mas dessa vez não dei sorte e escorreguei, caindo na água.

CONTINUA...



::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Hiii girls *-*
Terminei o capítulo agora e decidi postar para vocês.
Espero que tenham gostado do primeiro capítulo ^^
Mais uma vez o título é uma música da Jenn <3 Generation Love (Geração do Amor), letra e tradução Aqui.
Tô em falta com Vidas Diferentes, não é? Mais tarde eu posto o segundo capítulo dela.
Até o próximo capítulo de Your Angel :D
Bjão


Um comentário: