Vidas Diferentes | Capítulo 10 - Por pouco

quarta-feira, abril 09, 2014 | | |


 Haviam se passado uma ou duas horas. Já estava ficando com fome. Imagine o Niall? Tadinho... Ele estava sentado do meu lado, com a cabeça encostada no meu ombro. Louis e Adam estavam sentados um pouco afastados, um em cada canto da sala.

 Louis às vezes olha pra mim e Niall com uma cara estranha, meio triste, acho... Bem, eu não entendia direito o por quê. Abriram a porta, fazendo com que todos levantassem a cabeça e olhar. Um dos outros dois caras entrou e veio em direção a mim.

C²: Venha comigo - me levantou bruscamente pelo braço.
Niall: Não! - puxou. O cara soltou um ar de impaciência.
Louis: O que querem? Deixa ela! - veio ajudar.
C²: Que bonitinhos. Os heróis tentando salvar a donzela em perigo - disse irônico. - Mas o chefe já está sem paciência. Carlos, Jason! - gritou. Dois caras entraram e seguram os três. - Daqui a pouco o Marlon vem falar com vocês - disse enquanto me levava até a porta.
Adam: Me solta! Solta ela!
Louis: Eu vou te arrebentar quando sair daqui! - eles tentavam se soltar.

 Eu me debatia, o cara nem ligou e me levou até uma outra sala no final do corredor. Entramos, era tipo um escritório. Ele me jogou no sofá que tinha ali. Marlon se levantou de sua mesa e veio até mim.

Marlon: Tome mais cuidado com a nossa convidada - sorriu malicioso. O cara assentiu e saiu. - E os seus amiguinhos? Choraram muito quando te trouxeram? - riu. - Daqui a pouco irei vê-los - ele se aproximou para me beijar.
Eu: Não! Me deixa em paz! - virei o rosto.
Marlon: Escuta aqui - segurou o meu queixo e me fez olha-lo. - Você irá fazer tudo o que eu quiser. Se não é por bem, vai ser por mal - ele foi até a sua mesa, tirou dois panos de dentro de umas das gavetas. Ele amarrou minhas mãos nas costas e me amordaçou.
C¹: Chefe, telefone de novo. E os moleques não querem dar descanso.
Marlon: Que droga! Hoje que eu posso aproveitar, não me deixam em paz? - disse impaciente. - Vou logo dispensar esses caras e dar um jeito nesses moleques. Eu já volto querida - tentou me beijar de novo, mas virei o rosto e ele acabou beijando minha bochecha. Sua barba raspou em mim e eu senti nojo. Ele bufou e saiu.

 Comecei a chorar.


 Oh meu Deus! O que vai acontecer comigo? Com os meninos? Esse cara é louco. Eu quero sair logo daqui. Eu preciso! O silencio do lugar é quebrado com o barulho de 3 tiros.

 Desabei. Por favor, não! Os tiros foram seguidos, ele não pode ter atirado nos meninos, por favor, não! Em segundos a porta é aberta, e Marlon entra. Ele caminhou até mim.

Marlon: Ownnn, não precisa chorar, linda. Só dei um susto para que pensassem duas vezes antes de ficarem me atormentando - ele chegou mais perto e começou a cheirar o meu pescoço. - Hm, cheirosa. Sabe que peguei a minha ex na cama com aquele filho da puta do Allan? Ele me paga. Mas por enquanto eu tenho você - ele começou a beijar o meu pescoço, foi descendo até chegar próximo ao meus seios. - Sua blusa está estragando toda a diversão.
Eu: Hmmmmm! - neguei com a cabeça, mas ele a rasgou com brutalidade.
Marlon: Parece que eu acertei na mosca - disse o olhando para os meus seios.

 Ele logo os beijou, comigo ainda com o sutiã. Depois voltou para o meu pescoço, e foi se deitando por cima de mim no sofá. Ele passava sua mão pelo meu corpo. Tentava me debater, mas era em vão, ele era muito mais forte . Eu chorava descontroladamente.

 Ouvimos alguns barulhos.

Marlon: Mas, que merda é essa? - disse olhando pra porta, mas sem sair de cima de mim. Ele me puxou pelo braço, e íamos em direção à porta. Uma porta foi aberta bruscamente. Marlon parou pra escutar.
xX: ABRAM A PORTA! É A POLICIA! - bateram com agressividade na porta.
Marlon: A policia? Mas como? - bateram de novo. - Foi você? - me sacudiu. Neguei desesperadamente com a cabeça. Ele me olhou com ódio e me jogou no chão. Bateram novamente e dessa vez a porta foi aberta com violência. Seis policiais entraram com a arma em punho. Niall entrou desesperado e correu até mim quando me viu no chão. Adam, Louis, Zayn, Liam e Harry entraram em seguida.
Niall: Seunome! - ele se agachou e desamarrou minhas mãos, depois tirou minha mordaça com cuidado.
Eu: Niall... - o abracei aos prantos.


Niall: Estamos aqui - afagou meus cabelos. Nos levantamos ainda abraçados.
Policial: Ele deve ter fugido por algum lugar. Cerquem a casa - quatro policiais saíram, enquanto os outros dois revistavam a sala.
Eu: Eu pensei que... - solucei.
Niall: Calma, não aconteceu nada. Estamos bem - eu molhava sua camisa com as minhas lágrimas.
Harry: Ele ainda não tinha feito nada, ou... Chegamos tarde? - perguntou ao perceber que eu só estava de sutiã. Neguei com a cabeça, saindo dos braços de Niall. Todos me olhavam.
Liam: Não precisa mais chorar - enxugou minhas lágrimas com a sua mão. Louis me olhava com compaixão, ele se aproximou, tirou sua blusa e me entregou.


Louis: Tome. Assim você não fica muito exposta, e não toma friagem - sorri fraca. A coloquei e nós fomos pra fora da casa.
Policial: Conseguimos pegar o Marlon antes que fugisse pra longe. Precisaremos do depoimento de todos. Até dos que não estavam aqui - se referiu a Liam, Harry e Zayn. Nós assentimos e entramos na viatura.

[...]

 Chegamos na minha casa em silêncio.

Zayn: Bom, acho melhor irmos agora, pra vocês descansarem.
Niall: Esperem só um pouco que eu já volto - ele me acompanhou até o meu quarto. Me sentei na cama e ele se agachou na minha frente. - Acho melhor você ir tomar um banho e depois ir dormir - assenti devagar.
Eu: O Marlon atirou na onde?
Niall: Nós estávamos "lutando" com aqueles caras, ai ele atirou pra cima pra nos assustar e nos fazer parar. Agora vou deixa-la se arrumar - se levantou.
Eu: Niall - ele se virou pra me olhar. - Não quero dormir sozinha.
Niall: Ok. Vou ver se os meninos podem ficar também.
Eu: Tudo bem - ele saiu. Ia pro banheiro quando abrem a porta e Adam entra.
Adam: Tudo bem?
Eu: Hm, meio em choque.
Adam: Pois é, eu também. Quando ele pegou a arma pensei que ia nos matar - riu de leve. - Que bom que chegamos a tempo. Não queria que te machucassem.
Eu: Obrigada. Nem eu queria que vocês se machucassem. Entrei em desespero quando ouvi os tiros - sorri fraco.
Adam: Nós também quando o Marlon pegou a arma - riu. - Ah - ele foi até a porta e a abriu. James entrou e veio pulando em cima de mim. Ele sempre faz isso (risos).

Imaginem um cachorro já adulto kkkkk'

Eu: James - ri o afastando e ele começou a me cheira meio estranho. Argh! Eu devia estar com o cheiro daquele idiota.
Adam: Temos que nos despedir dele.
Eu: Ahh, por quê? - falei fazendo carinho em James.
Adam: Algum idiota reclamou dos cachorros de um dos vizinhos dele e agora proibiram animais no prédio.
Eu: Mas nem temos vizinhos, porque não o manda se catar? - ele riu. - Nossa, agora eu me pareci com você - franzi as sobrancelhas e ele riu de novo.
Adam: Vai fazer o que agora?
Eu: Tomar um banho.
Adam: Então, eu já tô indo. Vamos garoto - chamou James.
Eu: Onde ele vai ficar?
Adam: Na casa do Nick. Ele adora o James.
Eu: Ahh... - sorri. Ele retribuiu e saiu levando o dog.

 Pela primeira vez, eu e Adam conversamos sem nenhuma picuinha. Sorri. Afinal, no fundo o Adam era um cara legal. O quê? Eu pensei nisso mesmo? Ele é um playboy metido. Agora sim tá certo u.u. Hahaha' brincadeira.

[...]

 Terminei o banho e fui pra sala. Todos os meninos ainda estavam lá.

Liam: Vamos dormir onde? No quarto do Niall?
Harry: No da Seunome. Ela disse que não quer dormir sozinha.
Zayn: Ihhhh. Uma menina dormir num quarto cheio de macho... Mesmo que ninguém vá saber... - insinuou.
Louis: Para de ser besta. Vamos dormir no chão, mané.
Eu: Mas ai não vale. Eu dormir numa cama e vocês no chão. Vou dormir aqui na sala - sentei no sofá, decidida. - É só pegarmos uns colchões, cobertas e etc... E forrar todo o chão aqui - todos me olharam.
Harry: Por mim tudo bem - deu de ombros.
Niall: Eu vou pegar as coisas - se levantou.
Todos: Vamos te ajudar.
Eu: Tem no meu quarto também. Eu vou pegar - levantei também. Fui pro meu quarto.
Liam: Viemos te ajudar - ele e Louis entraram. - Aqui tem um colchão?
Eu: Tem - puxei o mesmo de debaixo da cama. Liam o pegou e saiu.
Louis: Travesseiros, cobertas...? - eu assenti. Fui até o banheiro, peguei a blusa que ele tinha me emprestado e lhe entreguei. Ele me olhou confuso.
Eu: Obrigada por me emprestar e... - o abracei. Primeiro ele ficou sem reação e depois retribuiu com cautela. - Obrigada por me defender, apesar de sempre discutirmos - seu abraço era aconchegante, mas me afastei. Sua expressão era de surpresa.
Louis: D-de nada - engoliu em seco. Estranhei. Fui até o guarda-roupa e lhe entreguei os cobertores, peguei os travesseiros e fomos pra sala. Arrumamos tudo junto com os outros meninos.
Eu: Eu vou dormir... - disse com a mão no queixo, pensativa.
Niall: No sofá - decidiu.
Eu: Não eu...
Adam: Seunome, faça o que o Niall mandou - me interrompeu.


Eu: Mas eu já não ia dormir na cama porque não era justo...
Liam: Mas você vai dormir no sofá.
Eu: Mas...
Harry: Não.
Eu: MAS...
Zayn: Você vai continuar a falar "mas" e nós "não".
Eu: AFF! - bufei. Eles riram, menos o Louis. Ele estava ajeitando seu travesseiro, meio distante. Não sei pra que isso. Só o abracei por agradecimento... - Boa noite, chatos.
Todos: Boa noite, Seunome - ri. Sei lá, ficou engraçado todos falando meu nome ao mesmo tempo.

 Cada um se ajeitou no colchão, Adam no sofá (me surpreendi por ele não querer dormir no quarto dele) e eu no outro. Não passou muito tempo, e eu adormeci.

CONTINUA...


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Hellouis girls :)
Tudo bem com vocês?
Faz um tempo que não posto Vidas Diferentes rsrs Mas acho que volto mais tarde para postar o capítulo 11, para ir acompanhando o número de capítulos da 2° temp. de Your Angel.
Então, até daqui a pouco.
Bjão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário