Your Angel | 2° Temporada - Capítulo 16 - Just Can't Let Her Go (oh oh)

quarta-feira, julho 02, 2014 | | |


Salva Vidas: Ainda está respirando, mas está com dificuldade - Zayn gemeu de dor.
Eu: Zayn, meu amor, por favor, abra os olhos - me ajoelhei ao seu lado, acariciei seu rosto sujo de areia e mais uma vez ele apenas gemeu.

 As lágrima não paravam de escorrer pela minha face, eu estava desesperada. O salva vidas apoiou a mão em seu tórax, analisando. Ele apertou e Zayn se levantou com um grito, que me assustou.

Salva Vidas: Ele quebrou uma costela. É melhor concertar isso no hospital, assim ele já repousa - ele e o outro salva vidas o carregaram até o posto deles, chamaram uma ambulância e o colocaram lá dentro.
Salva Vidas²: É a namorada dele e o vai acompanhar? - assenti, ele me ajudou a subir na ambulância e e fechou a porta. Lá dentro, uma enfermeira tentava ajudar Zayn em alguma coisa.
Eu: Amor - segurei em sua mão. - Zayn, abra os olhos, por favor - disse a apertando forte. Ele lentamente atendeu ao meu pedido, depois os fechou, apertando forte suas pálpebras.
Zayn: Está doendo muito - mordeu o lábio inferior com força. Acho que era para tentar não gritar/gemer, mas mesmo assim deixou uma lágrima cair. Deu um grande suspiro, tentando respirar melhor.

 Aquilo era horrível, vê-lo choramingando e se virando de dor. Tentei limpar meu rosto, mas mais lágrimas vinham. Logo chegamos no hospital, fomos encaminhados para um quarto. Zayn estava encolhido na cama.

Eu: Zayn - toquei em seu rosto e sua pele estava quente e pálida. A porta do quarto se abre e um médico, não daqueles de jaleco branco e tudo já que aqui está para mais um pronto socorro, do que aqueles hospitais de novelas. E ele estava acompanhada de uma enfermeira.
Médico: Vejamos... Uma costela quebrada - olhou em uma folha e negou com a cabeça. - Você é a senhorita...?
Eu: Seunome Sunders - ele assentiu.
Médico: E o Sr. Malik - concordei. - Vamos lá. Concertar esta costela - olhou para a enfermeira, que assentiu e saiu. - Tem certeza de quer ficar? Será doloroso, mas não tanto quanto será para ele.
Eu: Vou ficar - assenti e peguei na mão de Zayn.
Médico: Muito bem - a enfermeira voltou com uma toalha quente.

 Ele a pegou e apoiou nas costelas de Zayn, puxou suas pernas, o deixando reto, esfregou as mãos e as colocou sobre seu tórax. Fechou os olhos com força e o médico apertou sua costela e começou a mexer, como uma massagem, sua mão fez um gesto estranho, como se algo estivesse estralado e Zayn deu um grito alto.

Médico: Pronto. Está no lugar - suspirou aliviado. - Descanse um pouco, rapaz, e já poderá ir para casa - bateu de leve em sua perna. - Vou pedir para trazerem algo para ele comer e mais o remédio para a febre - disse para mim, eu assenti, ele e a enfermeira saíram do quarto.
Eu: Como se sente? - tirei o cabelo de sua testa, sua pele ainda estava um pouco pálida.
Zayn: Ainda com dor - colocou a mão sobre a costela.


~Liam Pov~

Your hand fits in mine
Like it's made just for me
But bear this in mind
It was meant to be
And I'm joining up the dots
With the freckles on your cheeks
And it all makes sense to me

 Cantava para Kelly, enquanto segurava suas mãos nas minhas.

I know you've never loved
The crinkles by your eyes
When you smile
You've never loved
Your stomach or your thighs
The dimples in your back
At the bottom of your spine
But I'll love them endlessly

 Cantamos juntos. Nós estávamos no quarto, deitados na cama de casal.

Kelly: Essa música é perfeita - dei um beijo em sua bochecha.
Eu: Com toda certeza. Até que você aprendeu rápido - rimos.
Kelly: Você e os meninos tem tanto talento. Deviam investir.
Eu: Vamos ficar só no nosso canto por enquanto, adoramos o nosso grupinho.
Kelly: Com certeza - respirou fundo e sorriu de leve. - Sei que talvez para um coma uma semana é pouco, e mesmo tendo passado três dias... Sinto que eu nunca te agradeci o suficiente.
Eu: Pelo o quê? - arqueei uma sobrancelha.
Kelly: Por sempre estar ao meu lado, por ter tido paciência. Não falei isto antes para você, mas no dia seguinte de eu ter acordado, lembro de escutar algumas vozes. Elas diziam palavras de força e carinho, me lembrei muito dos meus pais - riu de leve. - Mas a maior e a que eu mais escutava, sentia, depois de um tempo, eu tive a certeza que era a sua. Ela ficava voando na minha mente, posso não lembrar nada do coma, mas essas vozes pareciam que era tudo para mim.
Eu: Nada mudou e nada mudará. Não precisa agradecer, você cuidou de mim sobre o assunto com os meus pais, e eu sempre cuidarei de você - beijei suas mãos.
Kelly: Ah, fala sério, Liam. Você é todo perfeito, é carinhoso, legal, amigo, tem bom humor e temos que admitir, é safado - disse e eu corei -, canta bem, e melhor, canta para mim olhando nos meus olhos, você acha que eu não me derreto com isso? - me fitava com um sorriso.



Eu: Eu só tento ser o melhor namorado para você.
Kelly: Acredite, e é. Só não saia que nem um louco que nem aquele dia tentando me levar para o hospital por causa de uma dor de cabeça, pelo amor de Deus - ela jogou a cabeça para trás e quando me olhou nós rimos demos risada.
Eu: Oshi, poderia ser alguma coisa haver com o coma. Vai saber? - rimos novamente e ela balançou a cabeça negativamente.
Kelly: Mas obrigada pela preocupação, eu te amo. E espero estar retribuindo no mesmo nível - fez uma cara fofa.
Eu: Pode ter a certeza que sim. Eu te amo - mordi seus lábios e nos beijamos.
Kelly: Ei - partiu o beijo. - Se casa comigo? - seus olhos brilhavam.
Eu: Claro, quando você quiser - dei vário beijos pelo seu rosto a fazer dar uma risada gostosa, a risada que eu amo. - Mas isso é sério. Nem tente fugir depois.
Kelly: Okay, pode deixar - disse ainda rindo.
Niall: E então, casal que eu tanto amo? Vamos almoçar? - apareceu na porta.
Kelly: Tudo bem, capitão Food - bateu continência e se levantou, em seguida me puxando.
Niall: É isso ai. Marchando, um, dois, um, dois, um, dois - fomos até a cozinha.
Eu: E esse capitão só sabe contar até dois?
Niall: Sabe como é, eu fugi da escola - encolheu os ombros e nós rimos.

 Ele e Mellody disseram que cuidariam do almoço de hoje, e eles fizeram estrogonofe com batata frita e salada de alface. Nos servimos, alguns sentaram na mesa, outros tiveram que ir comer na sala.

Niall: Onde será que aqueles dois estão? - se referiu a Zayn e Seunome.
Mellody: Será que eles vem para o almoço? - dei de ombros e roubei uma batata da prato de Kelly.
Kelly: Ei! Só porque foi pedido em casamento já está assim? - fingiu estar brava.
Niall/Mel:: O quê? - perguntaram em coro e nós dois rimos.

[...]

Harry: Vão querer voltar para a praia? - eu, ele, Kelly e Carol estávamos sentados na calçada em frente a casa.
Kelly: Claro. Temos que aproveitar - encolheu os ombros, eu desenhava linhas imaginárias em sua coxa.
Carol: E a Seunome e o Zayn?
Harry: A está hora eles já devem ter chegado em Londres de tanta demorar - rimos.
Carol: Vou ligar para a Seuapelido - pegou seu celular. Esperou alguns segundos. - Alô? Seunome, onde vocês estão que nem vieram para almoçar, pelo menos? (...) Como assim no hospital??? - praticamente gritou e eu levantei rapidamente.
Eu: Hospital? Posso falar com ela? - Carol me entregou o celular.

~Ligação On~

Eu: Seunome, o que aconteceu?
S/n: Ah, Li... O Zayn meio que quebrou uma costela - disse acanhada.
Eu: O quê??? Como ele está?
S/n: Bem. O médico já colocou no lugar e o deixou descansando, mas já pode sair hoje.
Eu: Onde vocês estão?
S/n: No pronto socorro perto do centro.
Eu: Já estou indo buscar os dois.

~Ligação Off~

Eu: Esses meus filhos não tem jeito mesmo - devolvi o celular.
Carol: O que houve? - perguntou preocupada.
Eu: Zayn quebrou uma costela.
Harry: Uhuu - fez um expressão de dor.
Kelly: Como eles conseguiram fazer isso na praia? - sofreu as sobrancelhas.
Eu: Pois é. Vou ir busca-los - Kelly estendeu a mão, a puxei e entramos em casa.

 Peguei minha camisa, já que estava sem, e a chave da van. Louis e Carol quiseram vir comigo e Kelly ficou.


~Seunome Pov~

Zayn: Come pelo menos essa bolacha - tentava me fazer comer uma das bolachas de sal, que trouxeram junto com um chá e remédio para a febre.
Eu: Zayn, eu já disse que não quero - afastei a sua mão.
Zayn: Você não está com fome? O que aconteceu? Seunome, você só perde para o Niall - revirei os olhos. - Vai, você não comeu nada.
Eu: Zayn, para de cuidar um pouco de mim agora e deixa eu cuidar de você?
Zayn: Não dá, não consigo evitar - alisou o meu rosto. O fitei, sua cor já estava voltando ao normal.
Eu: Aham. E isto resultou em uma costela quebrada - bufei.
Zayn: Não fique com raiva, minha pequena - seus olhos cor de mel me estudavam. Por que eu tenho que ser tão apaixonada por eles?
Eu: Não estou com raiva - me dei por vencida. - Termine o seu chá e eu como quando voltarmos para a casa.
Zayn: Okay, e eu vou almoçar lá também - pegou a mini xícara de chá.

 O observei. Tão lindo, tão cheio de carinho, mesmo com jeito badboy... Por mais que eu fique com raiva por alguma coisa, nunca vou cansar de admira-lo, faço isso desde que me salvou do incêndio. Alguém bateu a porta e Zayn murmurou um "entre".

Louis: O que eu faço com vocês? Os deixo sozinhos por uma hora e dão o jeito de quebrar uma costela? Essas pessoas estão perdidas - colocou as mãos na cintura. Carol e Liam também entraram.
Eu: Louis... - disse com um longo suspiro.
Louis: Da próxima vez vou deixa-los trancados em casa - apontou o dedo.
Liam: Menos, amigo. Menos - bateu em seu ombro.
Louis: Tudo bem. Agora é sério... Gente! Como é que vocês conseguem quebrar uma costela em um passeio pela praia? Caiu do banco do parquinho? - se aproximou mais da cama.
Zayn: Mais ou menos - franziu as sobrancelhas.
Louis: Vocês me surpreendem - balançou a cabeça, rindo.
Carol: Mas como você está, Zayn?
Zayn: Com menos dor, então estou bem - sorriu e olhou para mim.
Eu: É. E a febre já está abaixando - coloquei a mão em sua testa.
Liam: Podemos ir? Vocês me explicam direito essa história no caminho - serrou os olhos e deu um meio sorriso.

[...]

 Depois que voltamos para casa, eu e Zayn almoçamos, ou outros foram para a praia, e nós fomos para um dos quartos, não estava com muito pique para praia agora. Nós dois ficamos trocando alguns carinhos, nada muito "hot", dizemos assim, e eu acabei adormecendo nos braços de Zayn.

xX: Hora de acordar belas adormecidas - alguém chamava ao fundo. Abri lentamente os olhos e Isabela estava sentada na beira da cama.
Eu: Que horas que são? - me sentei e bocejei.
Isa: Vai dar 17:00 hrs.
Eu: Jura? -  me surpreendi.
Isa: Esse dai tem um sono pesado - riu olhando para Zayn.
Eu: Você nem imagina - ri. - Ainda temos planos para hoje?
Isa: Bom, o pessoal queria ir na avenada a noite e ver se tem algo de divertido.
Eu: Okay, e agora vou fazer este coala levantar - ela riu e saiu do quarto.
Zayn: Coala? - riu e ainda estava de olhos fechados.
Eu: Claro. Passa a maior parte do tempo dormindo.
Zayn: Você sabe que é mentira - lhe mostrei a língua.
Eu: Só porque você quer. Anda - puxei suas pernas para fora da cama. - Eu vou ir tomar banho - ele me olhou e se levantou. - Sozinha, e você vai para a sala, para não voltar a dormir - sorri irônica.

 Ele fez uma imitação minha falando e saiu correndo, ainda bem que ele sabe que eu bateria nele. Peguei uma roupa e fui tomar banho. Assim que sai, fiz uma trança em meu cabelo e fui para a sala.

Eu: Que horas vamos sair? - me sentei no braço do sofá ao lado de Zayn.
Carol: Quando der 19:00 hrs.

 Antes de dar o horário o restante do pessoal foram tomar banho, e então saímos. Fomos a pé, já que a avenida principal não era tão longe. De noite era bem iluminada e mais movimentada do que de dia. Falamos com um cara da padaria e ele disse que havia uma feirinha muito boa próxima dali. Andamos uns 15 minutos e chagamos.

 A feira não tinha só coisas para vender, com artesanato, mas também barracas com comida, alternando entre doce e salgado. Em frente tinha um mini parque, era mais para crianças, no máximo nós poderíamos ir no tobogã grande, numa pequena pista de carrinho bate-bate e no...

Louis: Barco viking! Temos que ir!
Niall: Eu quero comer alguma coisa. Aquele mouse de chocolate está me chamando - lambei os beiços.
Isa: É melhor você ir primeiro no barco, só para prevenir - rimos.
Niall: Verdade - riu. - Vamos todos juntos? - assentimos e seguimos para a fila. Não demorou muito para ser a nossa vez.
Zayn: Nos sentamos em qual fileira?
Louis: Onde tem mais emoção - saiu nos puxando para a última fileira. Ficamos: Zayn na ponta, depois eu, Carol, Louis, Isa e Harry na outra ponta.
Eu: Tadinhas também da Mel e da Kelly.
Carol: Por quê?
Eu: Os meninos as levaram para a primeira fileira - disse apontando. Os quatro viraram para trás e acenaram, nós retribuímos.

 O funcionário fechou o portãozinho e foi para o controle do brinquedo. Estava cheio, algumas pessoas soltaram gritinhos quando houve um tranco, quando o barco começou a se movimentar. De primeira estava sossegado, até que pegou velocidade. Como éramos os últimos, na hora de descer, nós meio que saímos do banco, sorte que tinha aquela barra de segurança.

Zayn: Vai, amor. Levanta as mãos! - gritou, seus braços estavam erguidos, assim como o da maioria.
Eu: Eu não! - um vento batia em nossos rostos. Ele pegou uma das minhas mãos e levantou.

 Não sei quanto tempo ficamos ali, mas quando saímos boa parte das pessoas estavam meio zonzas.

Mel: Preciso me encostar em algum lugar, ou se não eu caio - se escorou em uma grade.
Louis: Adrenalina pura - disse animado.
Eu: É... E o cabelo da Carol estava solto, quase que comi uma mecha - todos riram.



Kelly: Vamos comer? Agora sou que estou com fome - colocou a mão na barriga e concordamos.

 Cada um foi escolher o que queria, eu optei por um fondue de morango, manga e uva com chocolate. Zayn viu uma barraca que faziam tatuagem de hena e inventou de querer fazer uma.

Zayn: Em que lugar eu faço? - olhava para os desenhos.
Eu: Nas costela - ri.
Zayn: Que engraçada, por isso que te amo - me olhou irônico, retribui o olhar e ele me deu um selinho.

 Zayn escolheu uma caveira de chapéu e chifres, claro que não deixei, então ele fez de uma mão com os dedos cruzados no braço. 



 Harry entrou na onda e queria fazer uma borboleta na barriga, dei risada e óbvio que Isabela não deixou, e ele acabou fazendo uma no ombro escrito "17BLACK".


 Disse que era seu número da sorte naquelas roletas pretas e vermelhas de um jogo de casino (Roleta Americana).

Liam: Galera, olhem isso - nos mostrou um panfleto.
Harry: Uma festa a beira praia? - leu. - O que ainda estamos fazendo aqui, gente? Vamos, vamos, vamos! - apressou.
Isa: Se contenta, Styles.
Harry: Calma, amor, meu lado festeiro eu só compartilho com você - lhe deu um selinho.
Niall: Mas ele está certo. Vamos antes que a festa acabe - disse animado. Começamos a caminhar até o local que dizia no panfleto.
Zayn: Gostei dessa tattoo. Acho que vou fazer uma permanente dela - olhou o braço.
Eu: Também gostei dela. Mas olha... Não vá virar um cara todo tatuado.
Zayn: Claro que não. Vai ser só o braço direito todo - ri e ele passou o braço pelos meus ombros.

 Chegamos no lugar a beira praia. Estava bem animado. Tochas iluminavam ao londo da areia, e mais algumas lamparinas em um fio, colocadas ao redor do espaço da festa.

Liam: Música ao vivo, bebida, comidas típicas de um luau... É, vai ser legal aqui - assentiu.

 Nos aproximamos, uma banda tocava muito animada tocava, nos sentamos em uma próxima deles. Também havia uma mesa com uma pilha de frutas e drinks.

Mel: Só não fiquem bêbados na praia, pelo amor de Deus, vai que um corre para o mar e não conseguimos alcançar? - rimos.
Zayn: Fica tranquila.
Louis: Vou pegar algo para beber - todos os meninos fizeram o mesmo. Fui junto e e peguei uma maçã da pilha, voltamos para a mesa, e eles traziam um copo de ponche para si e para respectiva namorada.

[...]

xX: Muito bem galera - o vocalista parou a festa. Eu, Carol, e Kelly que dançávamos, paramos para olhar. - Agora um momento bem divertido da festa. Daremos o espaço para quem quiser vir aqui e cantar, pode ser qualquer música. Nossa banda - indicou o guitarrista, baixista, tecladista -, estarão disponíveis para vocês. E, então... Quem será o primeiro voluntário? - perguntou com um olhar maroto.

 Todos olharam um para os outros, alguns engraçadinhos empurravam os amigos dizendo coisas como "vai lá", "você não é o cantor profissional?", na maioria era tudo ironia. Vi Isa cochichar algo para Mellody, que assentiu. Ela passou pela gente e Mel se aproximou de nós com um sorriso.

Eu: É o que estamos pensando? - perguntei e Isa se juntou a nós;
xX: Bom... Parece que temos um pedido de algumas fãs aqui de um grupo em especial - disse rindo. - Então, que venham para cá... Zayn, Louis, Niall, Liam e Harry! - anunciou. Vários olhares vasculhavam o lugar, procurando quem eram.
Eu: Olhem, meninos... Pedido especial por vocês. Vão ficar parados ai? - me aproximei da mesa.
Niall: Vocês estão de brincadeira, não é?
Eu: Claro que não. Agora vão. Precisamos que alguém continue animando a festa - os apressei. Dei um puxão em Zayn e Liam e todos foram para o lugar da banda. Fui junto com as meninas e nos entreolhamos sorrindo.
xX: Muito bem. Quem é você? - colou o microfone na frente de Harry.
Harry: Sou o Harry.
Liam: Meu nome é Liam.
Louis: Louis, galera - levantou as mão para o alto e todos riram. Palhaço mesmo.
Niall: Sou Niall.
Zayn: Zayn - apontou para cada um.
xX: É isso ai, só tomem cuidado meninas que esses já tem donas. Agora é com vocês - entregou um microfone para cada. Olhamos para Isabela.
Isa: O quê? Eu disse que as namoradas queriam muito que eles cantassem - deu de ombros e nós rimos.

 Os meninos conversaram algo com os caras da banda, e o vocalista pegou uma segunda guitarra. Eles ficaram de frente para todos e suspiraram. Louis bateu o pé contando "1, 2, 3" e Zayn começou.

Just Can't Let Her Go/Não Posso Deixar Você Ir

Oh Oh Oh Oh
She's so mean but I gotta love it
And I just can't let her go
I'm so whipped on her tiny little
She's a sexy animal. Spends too much
And I never tell her no. Drives me nuts
And she got me by the throat
She's so mean but I gotta love it. And I just can't let her go
La la la la la I just can't let her go. La la la la la I just can't let her go
(Ela é tão cruel, mas tenho que amá-la
E eu simplesmente não posso deixá-la ir
Estou tão batido em seu pequenino
Ela é um animal sexy. Gasta muito
E nunca lhe digo não. Me deixa louco
E ela me pegou pela garganta
Ela é tão cruel, mas tenho que amá-la. E eu simplesmente não posso deixá-la ir
La la la la la, eu simplesmente não posso deixá-la ir.
La la la la la, eu simplesmente não posso deixá-la ir)

Breaks a billion hearts. I know I'm next in line
But I don't mind, yeah. I want her
Everybody wants too. She knows it
I want her but I better run away
(Quebra um bilhão de corações. Sei que eu sou o próximo da fila
Mas não me importo, sim. Quero ela
Todo mundo quer que ela. Ela sabe que
Eu quero que ela, mas é melhor eu fugir)

(Refrão 2x)

Breaks a billion hearts. I know I'm next in line
But I don't mind, yeah. I want her
Everybody wants too. She knows it
I want her but I better run away
(Quebra um bilhão de corações. Sei que eu sou o próximo da fila
Mas não me importo, sim. Quero ela
Todo mundo quer que ela. Ela sabe que
Eu quero que ela, mas é melhor eu fugir)

She's so mean but I gotta love it
And I just can't let her go
I'm so whipped on her tiny little
She's a sexy animal. Spends too much
And I never tell her no. Drives me nuts
And she got me by the throat
She's so mean but I gotta love it. And I just can't let her go
La la la la la I just can't let her go. La la la la la I just can't let her go
(Ela é tão cruel, mas tenho que amá-la
E eu simplesmente não posso deixá-la ir
Estou tão batido em seu pequenino
Ela é um animal sexy. Gasta muito
E nunca lhe digo não. Me deixa louco
E ela me pegou pela garganta
Ela é tão cruel, mas tenho que amá-la. E eu simplesmente não posso deixá-la ir
La la la la la, eu simplesmente não posso deixá-la ir.
La la la la la, eu simplesmente não posso deixá-la ir)

 A música era bem animada as pessoas curtiam a música dançando, até arriscavam cantar um trechinho do refrão que se repetia, os meninos faziam algumas dancinhas improvisadas, o que me surpreendeu, e alguns passos eram engraçados. Olhavam a maioria das vezes para nós. Todos aplaudiram no final, teve até uns gritinhos de algumas garotas, que ainda pediram bis, hum! Eles correram até nós, nos abraçando.

Carol: E ai? Agora nos digam, nós somos cruéis com vocês? - perguntou rindo.
Louis: Depende - a abraçou por trás e rimos. - Mas com certeza nos deixam loucos.
Eu: Isso é bom ou ruim? - eles riram. Ok, prefiro ficar sem entender essa.
Zayn: Vamos aproveitar o resto da noite - me puxou, nos afastando um pouco dos outros. Pegou na minha mão e me virou, começamos a dançar Beautiful Day do U2, que dois garotos garotos agora cantavam.
xX: Oi - uma garota se aproximou.
Zayn: Olá.
xX: Você é o Zayn, não é? - ele me olhou.
Zayn: Sim, e esta é a Seunome, minha namorada - me indicou.
xX: Oi, você tem muita sorte.
Eu: Oi e obrigada - olhei para Zayn, que sorriu.
xX: Você e os seus amigos cantam muito bem, parabéns. Espero que cantem mais músicas até o final da festa.
Zayn: Muito obrigado - ela sorriu e saiu. Ele se virou para mim e eu apertei seu nariz entre os nós dos dedos.
Eu: Já ganhando fãs, Malik?
Zayn: Sabe, como é - disse convencido, me puxou pela cintura e me beijou. - Vai se acostumando - rimos e continuamos a dançar.

CONTINUA...


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Olá, olá, liamdas do meu coração!
Como estão? Gostaram dos meninos cantando Just Cant' Let Her Go? Era para ser o cover deles de Wonderwall, mas lembrei desta perfeição e na minha revolta por eles terem sumido com/vendido dela, e ainda vazou só um trecho (choremos).
Ah! E não vou fazer mais 3° temporada de Your Angel :/ Vou ficar só escrevendo Vidas Diferentes e Criminal Passion.
Até o próximo.
Bjão


2 comentários: