Imagine com Niall Horan - Burn - Parte II

terça-feira, agosto 19, 2014 | | |


Primeira parte -> xx

Diga-me que você recusou o homem 
Quem pediu sua mão 
Porque você está esperando por mim 

E eu sei que você vai estar ausente por um tempo 
Mas eu não tenho planos em tudo para sair 

E se você tirar minhas esperanças e sonhos 
E só ficar comigo 

(Ed Sheeran - One)


                                                 ~ VOCÊ ON ~ 

Me arrumei enquanto Niall me encarava com um sorrisinho nos lábios, eu tentava desviar os olhares mais estava tão na cara o quanto eu queria ele para mim. Logo em seguida saímos em direção ao parque, optamos por ir a pé. O tempo estava frio, era final de outono, ainda não havia começado a nevar mais o início do inverno estava próximo.

Era minha estação preferida, na verdade ''nossa'' estação preferida. Quando éramos crianças sempre brincávamos fazendo anjinhos na neve, bonecos, guerra de bola de neve. Quem diria? Naquela época eu mal sabia que nós iriamos estar tão próximos, até mesmo morando na mesma casa.
Naquela época eu mal imaginava que estaria apaixonada pelo meu melhor amigo, um irlandês gordo de cabelos loiros, dono do sorriso mais lindo que já vi e dos olhos mais claros e azuis que já conheci.

Niall caminhava normalmente ao meu lado em silêncio, senti sua mão tocar a minha e quando percebi estávamos andando de mãos dadas. Seus dedos levemente se entrelaçavam aos meus, senti meu rosto corar com tal atitude. Porque ele faz isso comigo?
Ele realmente não percebe que pequenos atos como esse, significam muito pra mim? Suspirei e separei nossas mãos.

Pude escutar um suspiro de desagrado. Chegamos a um pequeno parque, nele continha um playground onde poucas crianças brincavam, por conta do tempo. Niall me guiou até uma árvore, onde abaixo havia um velho banco de madeira.

Niall: Seunome, seja sincera comigo: Você  acha que tenho chances de ser reconhecido? Do meu talento ser reconhecido?

Eu: Mas é claro Niall, que pergunta é essa? Você sabe que sim. Você é ótimo no que faz, suas letras são ótimas. Eu tenho certeza que em breve será reconhecido. Eu confio em você! -sorri da forma mais verdadeira que consegui, pois afinal eu tinha mesmo certeza que de em breve Niall seria grande.
No fundo tenho medo, quando isso realmente acontecer, ele esqueceria de mim totalmente.

Niall: Me desculpa por ontem, sei que ando extrapolando, sei que deixo você preocupada com minhas saídas! -ele disse me encarando

Eu: Não ... eu que lhe peço desculpas, você não me deve nenhuma satisfação sobre seus atos. Eu que sou uma paranoica, eu tenho um pouco de medo, entendo que você esta cansado de mim e ... eu te entendo. -sorri tristemente e olhei para baixo

Niall: Seunome ...

Eu: O que foi Niall? -comecei a encara-lo novamente

Niall: Não estou cansado de você. Como poderia me cansar de você? é você quem sempre esteve do meu lado, é você quem me acompanha nas noites dos bolinhos e me faz sorri como um bobo. Acho que sinceramente não existo sem você, Seunome!!

Ele só complica as coisas, ele só pode estar brincando comigo. ELE SÓ PODE, estar de brincadeira comigo.

Eu: Para ... -ri dando-lhe um leve tapa no braço esquerdo

Niall: Acho que fiz uma burrada. -deu um leve sorriso nervoso

Eu: Ai Niall James Horan, não me diz que ... ai meu Deus, você dormiu com aquele tal de Megan ontem? Eu sabia que essas suas saídas iam dar nisso. E sua carreira? Como vou fazer agora? Eu tinha falado para você Niall, mais você nunca escuta! Como vou te ajudar a crescer agora Niall James? Ai meu coração. Caramba, agora sim que não tenho mais chances com você!! -quando percebi o que tinha dito, tampei minha boca e senti meu rosto ferver feito larva

Niall: O que disse? -percebi em sua voz um timbre risonho e um tanto zombeiro

Eu: O que? Eu? Eu quis dizer ... Ah, nada, mão enche o saco Niall. -tentei mudar o rumo da conversa, porém ainda estava muito envergonhada.
Quase coloquei tudo a perder, quase me entreguei graças a minha maravilhosa habilidade de falar demais.- Você bem que podia comprar um algodão doce pra mim, né seu gordinho? Anda vai lá, você precisa perder uns quilinhos, aproveita e corre um pouco! -disse rindo

Niall: Você só sabe tirar sarro da minha forma física. Eu não sou gordo, somente tenho espaço e tenho onde pegar. As meninas nunca reclamaram.

Eu: Então elas devem ser todas retardadas. -bufei olhando para o lado, quero que essas meninas sumam sa face da terra, desgraçadas

Niall: Desfaça esse biquinho ... Não, na verdade continua assim, você com ciúmes fica mais linda ainda. -não deu tempo nem de eu dar uns belos xingamentos nele, quando percebi ele já havia me dado um beijo estalado na bochecha e levantado indo em busca do meu algodão

Passado um tempo, percebi que Niall demorava. Afinal ele foi comprar um algodão doce ou fabricar a máquina? Levantei e fui procurá-lo, mas quando o avistei percebi que não devia ter feito isso. Niall estava com seu violão em mãos, cantando lindamente para uma mulher, deduzi que fosse a mesma de ontem á noite.

Ela parecia fascinada, consegui ver o brilho em seus olhos, e ele ... ele cantava tão apaixonado. Senti meu coração aperta, uma vontade imensa de sair correndo dali tomou conta de mim. Desde quando eles se conhecem? Eu ando sendo péssima, talvez eles estejam saindo há algum tempo. Ele só me ver plenamente e unicamente como amiga.

Fiquei um tempo parada apenas olhando aquela cena, quando Niall percebeu minha presença, ele acenou e me chamou com o dedo indicador abanando a cabeça, suspirei e vi que realmente não tinha escolha. Não tinha forças e nem vontade de sair do lugar onde me encontrava, direcionar-se á ele, eu estava com medo de que ele poderia me apresentar ele como sua ''nova namorada'' ou dizer ''Seunome essa é Megan, a biscate que eu conheci em uma festa''.

Simplesmente me virei e sai correndo. Ok, eu sei que não foi a melhor das ideias mas se coloquem no meu lugar, o que vocês fariam?
Cheguei em casa e a vontade de chorar que habitava em meu peito era enorme, desabei no sofá da sala e não pude evitar deixar as lágrimas escaparem.



Por que isso tinha que estar acontecendo? Eu queria poder pegar minhas coisas e voltar á vida que tinha antes. Não demorou muito, escutei a porta se abrir, me encolhi mais no sofá afim dele não perceber que eu estava chorando.

Niall: Seunome? Seunome, o que aconteceu? Porque saiu correndo de lá? Aconteceu alguma coisa? -senti ele se aproximar do meu corpo, mas mesmo assim tentei ser forte e não olhar em seus olhos.- Seunome, por favor, pare com isso. Olha pra mim!

Fui me sentando devagar, e olhei em seu rosto, onde permanecia uma expressão confusa.

Niall: Você estava chorando? -desviei meu olhar do dele, mas como sempre ele segurou meu queixo de leve, fazendo-me assim olhar em seus olhos novamente

Eu: Não ... eu .. por favor, não faça perguntas. -suspirei cansada, esconder todo esse sentimento vinha se tornando um fardo pra mim. Eu só queria poder abraça-lo e dizer o quanto meu amor por ele é grande, o quanto eu queria que ele fosse meu.

Niall: Seunome, o que você está escondendo de mim? Fale por favor.

Eu: Niall, por mais que eu queria te falar, eu não posso ta legal? Você não entenderia. Chega disso, estou bem! -forcei um sorriso triste, meus olhos estavam vermelhos e a pouca maquiagem que passei em meus olhos estavam escorridas.- Vou descansar um pouco.

Levantei e fui em direção ao meu quarto, onde permaneci por horas naquele dia. Os dias se passaram, Niall estava estranho comigo após nossa última ''discussão'', eu já havia colocado em minha cabeça que precisava esquecer esse tal sentimento, nunca daria certo. Niall estava sentado na sala assistindo ao programa de humor na Tv, vesti meu casaco branco e me sentei ao seu lado.

Eu: Sabe, eu estava pensando em mudar de visual. -precisava puxar algum assunto, essa distância que havia se estabelecido entre nós estava me matando aos poucos, não queria que esse clima continuasse entre nós.

Niall: Pra quê? Você está ótima assim. -ele desligou a Tv e direcionou seu olhar em mim

Eu: Vocês homens só dizem isso. Eu não sei ... cansei de ser assim, não me acho bem.

Niall: Você está linda exatamente assim, acredite! -não sei o que ele estava pensando ao dizer isso, mas seu olhar se tornou profundo, ele se aproximou e colocou uma mecha desajeitada de meu cabelo atrás da minha orelha e disse: Seunome, eu estive escrevendo!

Eu: Sério? E você só me fala isso agora? Sobre o quê a música fala? Toca ela pra mim. - não pude conter a empolgação, fazia semanas que ele não conseguia ter inspiração para escrever. A gravadora falava que precisava do material completo pra decidir o que seria do futuro dele.

Niall: Faz um tempo que ando trabalhando nela, na verdade. Ela fala sobre alguém, uma garota pra ser mais direto. -por mais que tenha sido difícil escutar essas palavras, tentei permanecer empolgada para escutar a tal música.- Fala o quanto eu gosto dessa pessoa e algumas coisinha que somente eu sei sobre ela.
Dito isso, Niall pegou seu violão e começou a cantar.

Your hand fits in mineLike it's made just for meBut bear this in mindIt was meant to be And I'm joining up the dotsWith the freckles on your cheeksAnd it all makes sense to me
Enquanto ele cantava, olhava diretamente em meus olhos.

 I know you've never lovedThe crinkles by your eyesWhen you smile,You've never lovedYour stomach or your thighsThe dimples in your backAt the bottom of your spineBut I'll love them endlessly I won't let these little thingsSlip out of my mouthBut if I doIt's youOh it's youThey add up toI'm in love with youAnd all these little things

 Eu apenas prestava atenção no que a letra da música transmitia, eu podia sentir meu coração acelerado, minhas mãos trêmulas em cima de minhas pernas, não era normal como esse menino me fazia sentir. Não poderia ser normal ...

I won't let these little things
Slip out of my mouth
But if I do
It's you
Oh it's you
They add up to
I'm in love with you
And all these little things

 You can't go to bed
Without a cup of tea
And maybe that's the reason
That you talk in your sleep
And all those conversations
Are the secrets that I keep
Though, it makes no sense to me

 Ao escutar ele cantar o que parecia ser o começo de um refrão, levei minhas mãos á boca e não consegui evitar meus olhos se encherem de lágrimas. Aquela música. Essa música. Eu sempre disse há ele sobre minhas linhas de expressões detestáveis e que nunca dormia sem tomar um xícara de chá antes. Enquanto tentava engolir tantas informações de uma vez, Niall continuava focado em seu violão cantando com todo seu coração.

I know you've never loved
The sound of your voice on tape
You never want to know how much you weigh
You still love to squeeze into your jeans
But you're perfect to me

I won't let these little things
Slip out of my mouth
But if it's true
It's you
It's you
They add up to
I'm in love with you
And all these little things
 You'll never love yourself
Half as much as I love you
You'll never treat yourself right darlin'
But I want you to
If I let you know
I'm here for you
Maybe you'll love yourself like I love you
Oh...

 Risos escapavam da minha boca, como ele podia ser tão idiotamente perfeito? Como ele podia ser real?

I've just let these little things
Slip out of my mouth
'Cause it's you
Oh it's you
It's you
They add up to
And I'm in love with you
And all these little things

 Quando ele terminou, eu me encontrava séria e sem palavras a dizer, pois de verdade não havia palavras que poderiam expressar o que estava sentindo naquele momento.

 Niall: O que você achou? Não está terminada ainda, pois pretendo acrescentar algumas coisas.

Eu: Ficou ... Ficou linda, mas ... Eu preciso ir! -quando eu ia me levantar, Niall foi mais rápido se levantando e colando seu corpo ao meu

Niall: A letra não significou nada pra você? -fechei os olhos, sentia seu hálito com cheiro de menta e hortelã próximo a minha boca, eu podia sentir seus lábios roçando aos meus, e tinha medo do que podia vir pela frente.

Eu: Niall, por favor, não. -minha voz era fraca, quase podia escutar o som de batimentos acelerados de meu coração

Niall: Porque não, Seunome? Será que você não percebe? Eu sou apaixonado por você! -ele só podia estar brincando comigo

Eu: Não brinque comigo ... -disse olhando fixamente em seus olhos

Niall: Queria eu estar brincando. Há semanas estou escrevendo essa música, mas não consigo terminá-la, pois você está se afastando de mim. E não tente dizer que é mentira, você sabe que é verdade Seunome, e eu sei o porquê disso tudo. Você também me ama!

Eu: O que? Eu ... você é muito convencido mesmo seu irlandês abusado! -tentei me afastar, mas ele era mais forte. Niall me empurrou até a parede mais próxima e me deixou encurralada, sentia seu corpo colado ao meu e estava perdendo a cabeça com isso.

Niall: Não tente mentir pra mim, pois eu percebo. Eu quero poder terminar essa música, mas pra isso eu preciso de você. Preciso ter você!

Dito isso, Niall tomou meus lábios em um beijo avassalador. Suas mãos apertavam minha cintura fortemente, enquanto meus braços se encontravam ao redor de seu pescoço, sua língua explorava cada canto da minha boca me fazendo soltar suspiros durante o beijo.



Ele me prendeu mais contra seu corpo e aprofundou o beijo, seu gosto estava em meus lábios, o que me fazia querê-lo mais e mais. Minhas mãos foram de encontro a seus cabelos loiros e não pude evitar os puxar. Senti Niall sorrir entre o beijo e só paramos por questão de falta de ar.

Sem dúvidas, nunca me senti tão feliz em minha vida. Esse homem, esse garoto ... Nunca vou entender o que me fez ama-lo tanto. Ok, talvez eu entenda até demais, mas tudo nele, inclusive seus defeitos fazem eu me apaixonar cada vez mais.

Eu: Eu te amo! -pela primeira vez, pude deixar essa frase escapar dos meus lábios sem medo algum, pois o homem que amava me correspondia. Pude ver em seu rosto um sorriso sincero, ele olhava em meus olhos e segurava meu rosto com carinho

Niall: Não sabe o quanto estou feliz por escutar isso! -um pequeno sorriso se formou em meu rosto antes que pudesse evitar. Era isso dentre das várias coisas, que gostava nele: Me fazia sorrir sem esforços, ele me fazia sentir-se como uma boba apaixonada,  mais afinal de contas, era isso que eu era.
Ele fazia eu me sentir amada e sempre fui cega o bastante para não perceber tal ato.

Estávamos deitados em minha cama abraçados, Niall acariciava meus cabelos e eu apenas o observava. Não queria que esse momento acabasse nunca, queria poder ficar sempre em seus braços, sentindo seus carinhos, tinha medo de dormir e perceber que tudo não passou de um dos meus sonhos.

Niall: Durma! -sussurrou durante um doce beijo em minha nuca

Fechei os olhos e suspirei. A última coisa que me lembro antes de cair num sono profundo, foi seus lábios se aproximando de minha orelha e da sua voz doce sussurrando em meu ouvido:


''Eu te amo floco de neve!!''

~ le Fim ~

ACABOU ;<
Gostaram? Eu aqui nas madruga novamente hehe!!
Visitem meu blog ... Sonhos com One D
Beijinhos da Liz <3 



9 comentários:

  1. Nem li ainda mais sei que tá perfeito, você é maravilhosa Liz, leio suas fics e sou apaixonada por elas!! parabens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MEU DEEEUS! Que fofaa!! Me diz seu nome amor? E obrigada por tudo mesmo te amo :))

      Excluir
  2. acho que devia ter parte 3 também #Sóacho
    tá tão perfeito até doi dizer ''fim'' :(((( #chatiada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Bê!! Esse imagine só tem DUAS partes ;<

      Excluir
  3. Achei uma fofura ... meio imagine cliche e talz mais fofo ... um amorzinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg amor! Mega chiche né kkkkk <3 Thanks pela opinião!!

      Excluir